OVIBEJA Sessão SPPF-ACOS: "Conservação do solo - importância, práticas e benefícios"

 Conservação do Solo CARTAZ

Formação "Instalação e gestão de pastagens" Ano agrícola 2023/2024 Uma organização da SPPF, INIAV, CCPE e DGADR

Cartaz Formação Pastagens

 

À custa do decréscimo das Terras Aráveis, desde 1989 a 2019 aumentaram em Portugal as Pastagens Permanentes, de 21% para 52% da Superfície Agrícola Utilizada, sendo contabilizada em mais de 2 milhões de hectares.

De um modo geral, as pastagens em Portugal encontram-se em solos com grande variabilidade no que se refere à sua fertilidade, alguns deles com limitações de fertilidade - acidez, falta de matéria orgânica, desequilíbrio entre minerais e mesmo toxicidade. Mas, muitos destes poderão ser melhorados pela implementação das pastagens. Com elas é expectável conseguir melhoria da condição dos ecossistemas, a par de sustentar uma atividade com valor acrescentado sob o ponto de vista social e económico, ambiental e paisagístico.

No Plano Estratégico da Política Agrícola Comum em Portugal (PEPAC, 2023 a 2027) as pastagens assumem um papel decisivo  na descarbonização do setor ‘agricultura, floresta e outros usos do solo’, no âmbito do Roteiro para a Neutralidade Carbónica.

A formação “Instalação e gestão de Pastagens” visa contribuir para (i) o aumento da eficiência da gestão das pastagens permanentes de sequeiro e (ii) alinhar as unidades de produção com o conhecimento e cumprimento dos ‘Compromissos’ do PEPAC.

 

Objetivos principais

  • Identificar e conhecer as principais espécies com interesse pratense;
  • Do solo, saber analisar um perfil pedológico, com vista a determinar a capacidade de produção vegetal, ganhar conhecimento das análises químicas por forma a determinar as necessidades de fertilização para as pastagens;
  • Conhecer as metodologias mais adequadas de instalação e melhoramento de pastagens, sem esquecer a sua persistência;
  • Conhecer métodos de quantificação da evolução da produção e qualidade da pastagem;
  • Adequar a gestão de pastoreio às características das unidades de produção pecuária. procurando melhorar a composição florística das pastagens e a biodiversidade do sistema;
  • Avaliar as necessidades e formas de suplementação dos efetivos pecuários em pastoreio;
  • Aplicar com solidez as medidas do PEPAC e melhorar a aptidão no uso da documentação que está associada a essas medidas;
  • Conhecer as novas tecnologias de agricultura de precisão e conservação do solo aplicadas às pastagens.

Metodologia/Tipologia da formação: Apresentações em aulas presenciais expositivas em sala e no campo; discussões orientadas para temas específicos; partilha de experiências e estudos de caso; visitas técnicas guiadas; acesso a textos de apoio e/ou manuais.

PROGRAMA

5ª Reunião Ibérica de pastagens e Forragens - 17-20/abril/2023 Huelva e Loulé www.pastos2023.com

5ª RI Logo Huelva e Loulé

 

Revista "Pastagens e Forragens" Vol. 39/40

Capa PeF 39 40

 

Projeto "Pastagens Sustentáveis"

A SPPF associou-se à BEL Portugal, Fertiprado, Finançor-Agro-Alimentar S.A. e à Associação Agrícola de São Miguel - Cooperativa União Agrícola para a execução de projeto intitulado "Pastagens Sustentáveis" cujo prinipal objetivo é promover e otimizar o sistema de produção de leite açoriano, baseado em pastagens com leguminosas e de alto valor nutritivo, melhorando a qualidade do leite, a eficiência e rentabilidade dos produtores, e a sustentabilidade das explorações.

Logótipos Entidades Financiadoras Açores Web 2